Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Municípios que receberão cursos devem se manifestar até dia 1º
Início do conteúdo da página
Diversidade

Mais de oito mil professores estão formados em educação fiscal

  • Segunda-feira, 12 de dezembro de 2005, 13h35

O curso virtual Disseminadores de Educação Fiscal, que ensina conhecimentos sobre tributos e impostos aos professores do ensino médio e fundamental da rede pública, terá 12 mil vagas em 2006. Criado em parceria pelos ministérios da Educação e da Fazenda, o curso formou este ano 8.167 pessoas em todas as capitais do país e algumas cidades do interior.

Estas informações foram divulgadas durante a 32ª reunião do Grupo de Trabalho Educação Fiscal (GEF), que ocorre em Brasília até esta terça-feira, 13. “Nós estamos preparando os professores e alunos para terem consciência da importância dos tributos da administração pública de forma eficiente e responsável e, em última análise, cuidado com a questão da cidadania. Falta à população a consciência de que o conceito de coisa pública é de todos nós. Isso precisa ser disseminado e passa pela educação”, acredita o secretário executivo do MEC, Jairo Jorge, que participou da abertura do evento.

O seminário pretende apresentar uma avaliação do programa este ano e permitir uma troca de experiências entre seis estados: São Paulo, Goiás, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Paraná. A abertura do evento contou também com a participação do coral da Secretaria de Fazenda do Distrito Federal, que cantou canções de Natal.

Desafio – Segundo Jairo Jorge, a educação fiscal tem como desafio “fazer a ponte entre a estabilidade macroeconômica e o conhecimento”. “O nosso papel é formar cidadãos, os homens de amanhã. Ninguém faz nada sozinho”, completou Ana Maria Villaboim, subsecretária de Educação Pública do DF.

O curso é oferecido pela escola virtual do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), com 80 horas de duração, e encontros presenciais com tutores para esclarecer dúvidas. O curso fica em média 75 dias à disposição dos professores na internet, que podem obter mais informações no página eletrônica da ESAF. As inscrições serão feitas nas secretarias estaduais de educação, de 15 de fevereiro a 10 de março.

Repórter: Raquel Maranhão Sá

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página