Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Educação especial

Projeto Libras é Legal promove a integração de surdos na região Sul

  • Terça-feira, 26 de abril de 2005, 14h03

A Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) e a Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis-RS) promovem a Capacitação de Instrutores Surdos para uso do kit Libras é Legal, nesta quarta-feira, 27, e na quinta, 28, das 8h às 17h30, na sede da Fundação Catarinense de Educação Especial. O curso pretende formar multiplicadores do ensino de Libras para atuarem na rede de educação, dando continuidade à Política de Educação de Surdos de Santa Catarina e do Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Especial (Seesp/MEC).

Como forma de promover a integração social do surdo, com vistas também ao mercado de trabalho, a Secretaria da Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina ampliou em 2005, de sete para 14, os pólos de implantação da política. A capacitação será ministrada por dois professores surdos e um ouvinte, com 30 surdos selecionados no Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, que passarão a integrar os núcleos de Ensino e Difusão de Libras.

O projeto Libras é Legal foi desenvolvido graças a um acordo de cooperação firmado pelos três estados da região Sul, por iniciativa da Feneis, por meio de ações que visam difundir a Libras junto a uma população estimada em 20 mil pessoas. O material didático, com edição inicial de 4.500 exemplares, teve a participação direta dos surdos, quer na definição de conteúdos, quer na produção das histórias, jogos e ilustrações.

Composto por um minidicionário de Libras, manual do professor, dois jogos didáticos, cinco livros de histórias de surdos e um vídeo com a trajetória dos surdos, o kit sugere uma forma lúdica de aprendizagem e a possibilidade de informar sobre a legalidade da Libras. Embora reconhecida pela Lei Federal nº 10.436/2002, a Língua Brasileira de Sinais é encarada como um conjunto de gestos naturais ou mímica, utilizado pelos surdos na ausência de oralidade.

Avaliação - Além de produzir os kits, o projeto pretende avaliar junto aos usuários (surdos, ouvintes e educadores) os benefícios conquistados. O recurso pedagógico tem patrocínio do Programa Petrobras Social e envolve a Fundação de Articulação para o Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas Portadoras de Deficiências e Altas Habilidades no Rio Grande do Sul, o Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação do Paraná e a Fundação de Educação Especial, em Santa Catarina. (Assessoria de Imprensa da Secretaria da Educação, Ciência e Tecnologia de SC)

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página