Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Comitê de emergência do MEC define primeiras ações contra o coronavírus
Início do conteúdo da página
Educação tecnológica

Alunas de instituto paraibano são premiadas em concurso

  • Terça-feira, 30 de junho de 2009, 11h34

João Pessoa — As estudantes Thereza Rachel Rodrigues Monteiro e Maria Niedja Silva Lima, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, conquistaram o terceiro lugar no 8º Concurso Nacional de Monografia sobre Drogas. Concluintes do curso superior de tecnologia em geoprocessamento, do campus de João Pessoa, elas ganharam R$ 3 mil e comenda de honra ao mérito, entregues no dia 23 último, em Brasília.


No concurso, foram apresentadas 142 monografias de diversas instituições do país. O tema, Bebidas Alcoólicas, teve como referência a política nacional sobre álcool e a atual legislação sobre drogas do Brasil. A entrega dos prêmios foi feita na abertura da Semana Nacional de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas. O concurso é uma iniciativa da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e do Centro de Integração Empresa-Escola.


O primeiro lugar coube às estudantes Isabela Molina F. Silva e Andressa Fernanda Augustin, da Universidade Estadual de Maringá, Paraná. Elas apresentaram o trabalho Síndrome Fetal Alcoólica: Subestimada ou Irrelevante? A segunda colocação ficou com João Jackson Bezerra Vianna, da Universidade de Rondônia, com o trabalho O Processo de Alcoolização entre os Wari do Vale do Guaporé; uma Perspectiva Antropológica.


A monografia das estudantes paraibanas, O Geoprocessamento para o Diagnóstico de Risco Envolvendo Escolas e Pontos de Venda de Bebidas Alcoólicas, teve origem em um projeto de iniciação científica de 2007. “Utilizamos tecnologia em geoprocessamento para identificar pontos de risco e estabelecimentos que vendem bebida alcoólica nas proximidades das instituições de ensino”, explicou Thereza. As alunas tomaram como base para a pesquisa a legislação que pretende delimitar uma distância mínima entre bares e instituições educacionais.

Assessoria de Imprensa do instituto federal da Paraíba

Confira as notícias sobre os Institutos Federais

X
Fim do conteúdo da página