Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Escolas devem registrar frequência escolar de beneficiários até segunda, 26
Início do conteúdo da página
Pesquisas e dados

Inep redesenha o Sistema de Avaliação da Educação Básica

  • Terça-feira, 22 de março de 2005, 15h49
  • Última atualização em Quinta-feira, 10 de maio de 2007, 09h57

O Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC) vai aperfeiçoar o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). A partir deste ano, além da avaliação dos sistemas educacionais feita por meio de amostragem dos alunos de 4ª e 8ª séries do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio, haverá também um segundo instrumento que vai levantar informações sobre o desempenho de cada uma das escolas urbanas de 4ª e 8ª séries da rede pública brasileira. Será a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc).

O objetivo da Anresc será, principalmente, oferecer aos governos estaduais e prefeituras municipais uma avaliação das escolas de suas redes para que, conscientes das falhas e das virtudes de cada uma delas, políticas públicas possam ser planejadas e efetuadas com mais precisão.

Avaliação - A Avaliação Nacional do Rendimento Escolar será anual e sua primeira edição ocorrerá ainda este ano, com data prevista para novembro, quando mais de cinco milhões de alunos de 4ª e 8ª séries de 43 mil escolas, aproximadamente, serão avaliados nas competências de leituras. No próximo ano, o foco da avaliação deverá ser matemática.

Depois de avaliadas, cada unidade escolar será classificada de acordo com a pontuação adotada pelo Saeb, dentro dos critérios: muito crítico, crítico, intermediário ou adequado.

Segundo o diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep, Carlos Henrique Araújo, "a Anresc vai fazer um retrato preciso do interior da escola pública brasileira".

Aneb - o Saeb, exame bienal de proficiência em matemática e português, passa agora a se chamar Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb), mas seus objetivos continuarão os mesmos, garantindo a continuidade da série histórica dos dados de proficiência dos alunos de 4ª e 8ª séries do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio das redes públicas e privadas brasileiras.

Luiz Motta

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página