Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Piso salarial do magistério é reajustado a partir de janeiro
Início do conteúdo da página
Educação profissional

Instituto federal produz e faz doação de hortaliças orgânicas

  • Terça-feira, 08 de setembro de 2015, 16h09
  • Última atualização em Terça-feira, 08 de setembro de 2015, 16h09

A horta no campus do IFMS em Ponta Porã foi plantada para o cultivo de modo orgânico, sem o uso de agrotóxicos (foto: divulgação/IFMS)A doação de hortaliças orgânicas a entidades e comunidades carentes da região da fronteira entre Brasil e Paraguai é o resultado mais recente do projeto Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (Pais), desenvolvido pelo campus de Ponta Porã do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS). Em andamento desde abril de 2014, o projeto é realizado em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e envolve professores e estudantes dos cursos de ciências agrárias do instituto.

Na execução do projeto, uma horta foi plantada no campus para o cultivo de modo orgânico, sem o uso de agrotóxicos, de alface, rúcula, salsa, couve, cenoura, nabo e rabanete. Há dois meses, os produtos são distribuídos a entidades da região. Entre as contempladas estão instituições que cuidam de idosos, excepcionais, crianças e adolescentes.

Em parceria com outras entidades, o instituto fornece insumos e auxilia na distribuição da produção a comunidades carentes de Pedro Juan Caballero, Paraguai.

A horta também é usada para fins didáticos e de pesquisa de cursos técnicos e superiores. Entre as atividades desenvolvidas estão produção de mudas, preparo de canteiros, compostagem com resíduos naturais, irrigação, colheita e preparação para o consumo. “O Pais funciona como uma unidade demonstrativa multidisciplinar, atendendo pontualmente a várias possibilidades de práticas em disciplinas dos cursos afins, como solos, plantas daninhas, agroecologia, irrigação, morfologia e fisiologia vegetal, entre outras”, explicou o professor Elke Bezerra, um dos responsáveis pelo projeto.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do IFMS

X
Fim do conteúdo da página