Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Ebserh abre concursos públicos com 2,4 mil vagas em todo o país
Início do conteúdo da página
Educação ambiental

Aberta consulta pública para atualização de programa na área

  • Quinta-feira, 01 de junho de 2017, 17h44
  • Última atualização em Quinta-feira, 01 de junho de 2017, 18h46


O Ministério da Educação, em parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a Rede Brasileira de Educação Ambiental (Rebea), abriu consulta pública nacional sobre o Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA). O objetivo é atualizar o programa, de maneira contextualizada com as necessidades atuais. A participação é livre a toda a população, por meio da plataforma ParticipaBr, e o prazo vai até 30 de julho.

 “A consulta pública visa alcançar as comunidades, abrindo a oportunidade de ouvir as pessoas e desenvolver políticas públicas mais contextualizadas e integradas com os territórios educacionais e as comunidades que constituem o Brasil”, afirma o coordenador de Educação Ambiental e Temas Transversais do MEC, Felipe Felisbino. A última consulta sobre o ProNEA ocorreu em 2005, o que, segundo o coordenador, reforça a necessidade de uma atualização. Ele explica, ainda, que as discussões propostas partem de temas já previamente listados e debatidos, mas que também abrem espaço para outros considerados apropriados por educadores ambientais.

Felisbino explica que a parceria entre o MEC e o MMA se dá dentro de uma ação interministerial, em que “o MEC é responsável pela educação formal nas escolas e o MMA, pela educação informal, aquela que acessa organizações, promove mídias de conscientização e preservação”. A consulta pública faz parte das atividades preparatórias para o 9º Fórum Brasileiro e 4º Encontro Catarinense de Educação Ambiental, que ocorrem de 17 a 20 de setembro, na Universidade do Vale do Itajaí, em Balneário Camboriú (SC), e será referendada durante a realização do evento.

O ProNEA tem como missão desenvolver ações capazes de assegurar, no âmbito educativo, a integração equilibrada das dimensões da sustentabilidade com desenvolvimento do país. Com isso, busca incentivar a participação social na construção de uma melhor qualidade de vida por meio da conservação ambiental.

O acesso à consulta pública está disponível na plataforma ParticipaBr.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página