Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Escola de Fábrica formará mais de 11 mil alunos
Início do conteúdo da página
Educação profissional e tecnológica

Escola de Fábrica formará mais de 11 mil alunos

  • Sexta-feira, 23 de setembro de 2005, 14h33
  • Última atualização em Segunda-feira, 14 de maio de 2007, 13h25

Foto: Tereza Sobreira“Conquistar o primeiro emprego sem ter experiência é sempre difícil. Com o curso será mais fácil ingressar em qualquer empresa”, espera Gustavo Coelho, 17 anos, estudante do 3º ano do ensino médio. Ele é um dos 11,5 mil alunos que farão neste ano o curso de formação técnico-profissional do programa Escola de Fábrica, cuja Medida Provisória (nº 251/2005) foi sancionada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, nesta sexta-feira, 23, no Palácio do Planalto.

O estudante, da cidade de Jaraguá do Sul (SC), foi selecionado para fazer o curso de Comércio, Compra e Venda e receberá uma bolsa-auxílio de até R$ 150,00 mensais. Após seis meses de estágio, Gustavo Coelho estará habilitado para ingressar no mercado de trabalho, colocando em prática o forte traço do programa de aproximar o setor produtivo dos processos educacionais, além de promover a responsabilidade empresarial.

O programa Escola de Fábrica pretende incluir os jovens de baixa renda articulando empresas, gestores públicos e o terceiro setor para a promoção de capacitação profissional. Os estudantes aprenderão técnicas profissionais dentro da empresa, ao mesmo tempo em que terão aulas de português, matemática, história e geografia. “Com este projeto será realizado um sonho dos nossos educadores”, declarou o ministro da Educação, Fernando Haddad.

O ministro lembrou que a idéia viabiliza um projeto que antes barrava na idéia de exploração do trabalho pelos jovens, já que o Escola de Fábrica leva o aluno para dentro da empresa. “A vantagem é que os alunos se valerão das experiências e do conhecimento já adquiridos pelos funcionários da fábrica”, esclarece Haddad.

Recursos – A coordenadora do programa, Jane Bauer, diz que a previsão do MEC é de formar 40 mil estudantes até dezembro de 2006. Neste semestre serão ao todo, 558 turmas de 110 cursos de formação profissional. Inicialmente foram destinados R$ 25 milhões para o projeto. Para o próximo ano este valor será duplicado, atingindo os R$ 50 milhões.

A partir desta sexta-feira também estão abertas as inscrições para novos projetos do Escola de Fábrica. As empresas podem consultar a página eletrônica da Setec, onde estará disponível a ficha cadastral para o envio de propostas de cursos.

Repórter: Sandro Santos

 

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página