Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Instituições federais recebem R$ 199 milhões para custeio
Início do conteúdo da página
Educação a distância

TCU e Ministério da Justiça usam o e-Proinfo

  • Segunda-feira, 18 de julho de 2005, 12h20
  • Última atualização em Segunda-feira, 14 de maio de 2007, 09h12

O Ministério da Justiça e o Tribunal de Contas da União (TCU) serão os próximos órgãos públicos a se beneficiar, gratuitamente, do e-Proinfo, ambiente digital de aprendizagem a distância, que utiliza ferramentas de interatividade apoiadas em tecnologias de informação e comunicação. Nos dias 10, 11 e 12 de agosto, 18 técnicos do Ministério da Justiça farão o curso, no Centro de Treinamento e Aperfeiçoamento de Pessoal para a Educação e Cultura (Cetremec). A capacitação de dez servidores do TCU será feita no período de 15 a 19 de agosto.

O responsável pela equipe de capacitação do e-Proinfo, Alexandre Mathias Pedro, explica que o objetivo dos cursos é preparar os participantes para utilizar o ambiente digital, tanto do ponto de vista administrativo quanto operacional. Após a capacitação, os técnicos dos dois órgãos terão autonomia para criar e ministrar cursos do e-Proinfo. Ao assinar o termo de parceria com o MEC, o TCU e o Ministério da Justiça poderão, ainda, usar os servidores (computadores) do MEC para armazenar conteúdo e economizar custos.

Segundo Dione Mary Cerqueira Barbosa, diretora de planejamento do Instituto Serzedello Correa, do TCU, o e-Proinfo permitirá ao Tribunal ministrar cursos para o público interno e externo. “Estamos começando a trabalhar com cursos a distância. Queremos formar, principalmente, profissionais dos tribunais de contas e de controle interno”, disse.

Facilidades — O e-Proinfo oferece facilidades para a oferta de cursos livres e tradicionais, como mestrado e pós-graduação, ações de formação continuada de servidores e de aprendizagem. O programa já está instalado em 113 instituições do país, nas áreas de educação corporativa, como TCU, Banco Central e ministérios; de educação superior, para universidades federais e estaduais; de educação tecnológica, para os centros federais de educação tecnológica (Cefets); e de educação básica, para secretarias de educação.

Criado em 2001, o e-Proinfo, que tem hoje 38 mil usuários cadastrados, é utilizado pela Escola de Gestores, programa do MEC que vai capacitar 400 diretores de escolas. Já foram capacitados servidores dos 32 Cefets do país. Com esses novos recursos, os centros podem oferecer cursos e complementos a distância para cursos presenciais, projetos de pesquisa, cursos universitários de graduação e projetos de pesquisa, atividades cooperativas, gestão colaborativa e outras formas de apoio ao processo de ensino-aprendizagem.

Repórter: Susan Faria

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página