Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > FNDE antecipa repasse de R$ 67,9 milhões da quarta parcela do transporte escolar
Início do conteúdo da página
Educação a distância

Educação a distância: debate na Câmara

  • Sexta-feira, 31 de agosto de 2007, 09h36
  • Última atualização em Sexta-feira, 31 de agosto de 2007, 09h36

A questão da regulamentação da educação a distância no País dominou a pauta de discussões do 1º Simpósio Nacional de Ensino a Distância, realizado na quinta-feira, dia 30, na Câmara dos Deputados. Também foram abordados temas como conteúdo, política e uso da tecnologia da modalidade de ensino.

O diretor de políticas em educação a distância do Ministério da Educação, Hélio Chaves Filho, que representou o ministro Fernando Haddad, falou sobre o papel da educação a distância na política educacional do governo federal. Segundo ele, a oferta regular de ensino superior no país abrange, apenas, 30% do território nacional. “Não dá para pensar em educação a distância sem qualidade adequada nem bases sustentáveis”, disse. “O poder público tem a função de regulação e supervisão dessa metodologia. Nesse sentido, temos trabalhado para mudar a concepção de que a modalidade refere-se a uma educação com nível inferior, voltada exclusivamente para os mais necessitados.”

Um ponto de vista comum aos participantes do seminário foi o da necessidade de a metodologia de educação a distância erradicar a falta de oportunidades de acesso à educação. Para isso, é necessário contar com a estrutura dos pólos de apoio presencial, nos quais são desenvolvidas atividades relativas aos cursos, hoje oferecidos por 25 universidades públicas, em 18 unidades da Federação. Foi apresentada a proposta de que essa tendência se estenda ao interior do País.

Assessoria de Imprensa da Seed

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página