Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Enem ocorre em um mês; consulta aos locais de prova estará disponível a partir do dia 16
Início do conteúdo da página
Educação básica

Municípios têm prazo para corrigir fluxo

  • Segunda-feira, 15 de dezembro de 2008, 16h54
  • Última atualização em Terça-feira, 16 de dezembro de 2008, 13h46

Termina na próxima sexta-feira, 19, o prazo para que os municípios encaminhem ao Ministério da Educação a escolha das tecnologias educacionais que serão usadas para correção de fluxo escolar, de forma a atender alunos que estão em séries/anos incompatíveis com a idade.

São três as opções de tecnologias educacionais que os municípios poderão escolher. Essas opções foram pré-qualificadas e constam do Guia de Tecnologias Educacionais do MEC: correção de fluxo escolar na aprendizagem, desenvolvida pela ONG Geempa; programa de correção de fluxo escolar, do Instituto Alfa e Beto (IAB); e programa Acelera Brasil, do Instituto Ayrton Senna (IAS).

Para fazer a escolha de uma dessas tecnologias, as secretarias municipais de educação devem preencher o formulário específico e encaminhar ao MEC, por correio eletrônico ou por sedex. Além dos dados de identificação, a secretaria deve informar o número de alunos que estão em séries incompatíveis com a idade e a tecnologia que têm interesse em implementar.

Prioritários - Dos 1.822 municípios prioritários nas ações educacionais do MEC, que apresentaram baixo Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb), em 2007, 1.305 pediram nos seus planos de ações articuladas (PAR) ajuda tecnológica e financeira para fazer correção de fluxo escolar.

Entre os municípios que pediram apoio para fazer a correção de fluxo escolar, 194 são da Bahia, 131 do Piauí, 109 do Rio Grande do Norte, 108 da Paraíba, 102 do Maranhão e 91 do Pará. Esses são os estados com maior número de municípios que terão atendimento. Serão atendidos municípios dos 26 estados.

Criado em 2007, o Guia de Tecnologias Educacionais oferece para as secretarias estaduais e municipais de educação um conjunto de recursos pedagógicos pré-qualificados pelo Ministério da Educação que podem ajudar os sistemas. O guia traz 61 tecnologias pré-qualificadas nos editais de 2007 e 2008 e mais de 30 tecnologias desenvolvidas pelo MEC. As tecnologias atendem seis áreas: ensino-aprendizagem, alfabetização, formação continuada de professores, leitura, avaliação e gestão educacional.

Assessoria de Comunicação   

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página