Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Países do Brics definem ações conjuntas e discutem agenda para os próximos anos
Início do conteúdo da página
Educação básica

Programa catarinense vai alfabetizar mais dez mil pessoas

  • Quarta-feira, 22 de junho de 2005, 16h08
  • Última atualização em Sexta-feira, 11 de maio de 2007, 11h37

A Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina está se preparando para receber mais dez mil alunos no Programa Santa Catarina Alfabetizada, que já atende cerca de 25 mil pessoas acima de 15 anos, desde o segundo semestre de 2004. Deste total, 17 mil pretendem continuar os estudos.

Para implantar novas turmas de alfabetização, a secretaria está enviando um plano de trabalho ao Ministério da Educação visando à liberação de recursos financeiros. A previsão é que até o dia 8 de agosto seja realizado o cadastramento das novas classes de alfabetização.

Na próxima semana, a Gerência de Educação de Jovens e Adultos vai se reunir com os diretores dos 27 centros de educação de jovens e adultos (Cejas) para planejar as ações relacionadas à segunda etapa do Programa Santa Catarina Alfabetizada.

De acordo com a gerente de Educação de Jovens e Adultos, Elisabete Paixão, as verbas estaduais já estão asseguradas para a pós-alfabetização dos estudantes. Vários alunos que vão concluir a alfabetização ainda este mês, e que ingressarão no ensino fundamental, estão sendo encaminhados aos Cejas, núcleos avançados de ensino supletivo (Naes) e para as unidades descentralizadas, entre elas, as escolas da rede pública. No dia 30, eles farão um exame, cuja avaliação determinará em qual série poderão ingressar.

“É de fundamental importância que o resultado conquistado por essas pessoas, que não tiveram a oportunidade de aprender a ler e escrever em idade regular, não seja perdido, pois caso isso aconteça, pode haver uma regressão no que foi aprendido”, ressalta Elisabete Paixão.

O Santa Catarina Alfabetiza integra o programa Brasil Alfabetizado, implantado em todo o país pelo MEC, que assegurou recursos na ordem de R$ 220 milhões para atender 2,2 milhões de pessoas que não tiveram acesso ao aprendizado da leitura e da escrita. (Assessoria de Imprensa da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina)

 

 

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página