Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Inclusão do aluno com deficiência em escola regular é debatida
Início do conteúdo da página
TV Escola

Auto da Compadecida ganha versão especial na programação natalina

  • Sexta-feira, 22 de dezembro de 2017, 09h57
  • Última atualização em Quinta-feira, 04 de janeiro de 2018, 10h56

Selton Mello e Matheus Nachtergaele vivem os personagens centrais de Auto da Compadecida, filme baseado na obra de Ariano Suassuna (Foto: Divulgação)
Em versão inédita para a televisão, o filme Auto da Compadecida será destaque na programação da TV Escola e da TV Ines – única emissora brasileira com programação em português e língua brasileira de sinais, filiada ao Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines) – no dia 31, domingo, às 22h. Tanto a emissora quanto o instituto são órgãos vinculados ao Ministério da Educação.

Baseada na obra originalmente escrita para o teatro pelo pernambucano Ariano Suassuna – a primeira encenação foi em 1956, no Recife –, a comédia dramática, com direção de Guel Arraes, será apresentada com audiodescrição, legendas e em língua de sinais.

Auto da Compadecida é o primeiro longa-metragem brasileiro adaptado pelo Projeto Alumiar, uma parceria entre Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), Ministério da Educação e TV Escola. Em um ano, o projeto tornará 20 títulos brasileiros acessíveis nas três modalidades comunicacionais. Todos os filmes serão apresentados em sessão aberta na Fundaj, no Recife, e posteriormente exibidos na TV Escola e TV Ines.

Com narrativa baseada na literatura de cordel, a trama se passa em torno de dois personagens centrais: João Grilo (Matheus Natchergaele), um sertanejo pobre e mentiroso, e Chicó (Selton Mello), o mais covarde dos homens. No elenco, destacam-se ainda Fernanda Montenegro, Lima Duarte, Denise Fraga, Rogério Cardoso e Marco Nanini.

A história mistura elementos da tradição religiosa e da cultura popular, característica que a torna uma obra de rica linguagem original. A versão para o cinema foi lançada em 2000, com enredo ambientado no sertão da Paraíba. Paraíba, traduzindo em situações divertidas os dramas e características culturais do nordeste brasileiro.

Para o diretor-geral da TV Escola e TV Ines, Fernando Veloso, a atração, mais do que um presente de Natal para os telespectadores, é uma a oportunidade de fruição cultural ampla, diversa e plural: “Com a exibição de Auto da Compadecida na TV Escola e na TV Ines ampliamos muito o número de pessoas beneficiadas com o projeto Alumiar, especialmente aqueles que, com suas necessidades específicas, não têm oportunidade de usufruir dos grandes filmes brasileiros”.

Assessoria de Comunicação Social 

Assunto(s): tv escola , TV Ines
X
Fim do conteúdo da página