Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Prefeituras ganham novo prazo para a adesão ao programa
Início do conteúdo da página
Educação superior

Universidade Federal do Pará investe em arte da Amazônia

  • Quarta-feira, 24 de junho de 2009, 16h08
  • Última atualização em Quarta-feira, 24 de junho de 2009, 16h10
Palhaços, cantigas de roda, fantasias, canções, tambores e batuques deram as boas vindas ao público na inauguração do Teatro Universitário Cláudio Barradas, da Universidade Federal do Pará (UFPA), na última sexta-feira, 19.

“O teatro é um vírus que a gente pega e que, graças a Deus, não tem cura. Com todas as nossas limitações de espaço e falta de meios, a arte feita aqui sempre foi magnífica. Por isso, me sinto honrado e emocionado ao ver nosso antigo sonho se tornar real”, agradeceu o padre Cláudio Barradas pela homenagem que leva seu nome.

O diretor do Instituto de Ciências da Arte, Afonso Medeiros, explicou que o nome escolhido para o espaço representa uma geração de artistas, cujas histórias de vida, além da de Cláudio Barradas, se confundem com as histórias do teatro no Pará e do teatro como ciência na universidade, como as de Maria Sylvia Nunes e de Eri Correia. “Esperamos estar à altura do sonho que vocês nos transmitiram”, disse Afonso.

Já o reitor da UFPA, Alex Fiúza de Mello, ressaltou que os investimentos em artes fazem parte de uma visão estratégica da universidade. “Enquanto a ciência produzida na Amazônia tem dificuldades de se tornar uma referência mundial devido ao seu histórico de atraso tecnológico, no campo das artes, podemos obter um Prêmio Nobel. Por meio das artes, filmes,  peças de teatro, danças, melodias, ritmos e da literatura podemos, estrategicamente, mostrar a cor, o cheiro e o olhar do amazônida sobre a Amazônia ao mundo.”

Assessoria de Imprensa da UFPA
Assunto(s): Artes , teatro , educação superior
X
Fim do conteúdo da página