Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC investe R$ 102 milhões em 19 milhões de livros que serão distribuídos a 95 mil escolas
Início do conteúdo da página
Educação superior

Ministro apresenta segunda versão da reforma universitária

  • Quarta-feira, 18 de maio de 2005, 07h29
  • Última atualização em Sexta-feira, 11 de maio de 2007, 09h39

O ministro Tarso Genro, apresenta no próximo dia 30 a segunda versão do texto do anteprojeto da Lei da Educação Superior. O evento será transmitido do auditório do edifício-sede do MEC, em Brasília, ao vivo, das 11h às 12h, para todo o país, pelo canal NBr da Radiobrás (operadora NET). A apresentação poderá ser acompanhada também pela internet, por meio da página eletrônica da Radiobrás.

Serão destinados 20 minutos a perguntas de telespectadores e internautas, que serão respondidas por dirigentes do MEC. As questões podem ser enviadas, a partir das 11h, para o endereço eletrônico O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou para o fax (61) 2104-9277.

O MEC vem debatendo com a sociedade, desde março do ano passado, as diretrizes e os princípios para a formulação do anteprojeto da reforma universitária. Mais de 230 entidades acadêmicas, científicas e da sociedade civil organizada participaram das discussões em centenas de eventos promovidos pelo MEC e por diversas instituições.

Debate - O objetivo do ministério foi estimular o debate para enriquecer a elaboração da proposta de reforma, que tem como princípios a qualidade do ensino superior e a ampliação do acesso à universidade. "O novo texto é resultante desse processo democrático", disse o secretário executivo do MEC, Fernando Haddad. O anteprojeto recebeu 121 emendas. A população também pôde participar do debate por meio do Fala, Brasil, canal direto de comunicação entre o MEC e a sociedade, pelo telefone 0800-616161.

A reforma universitária foi tema de programas de TV, trabalhos em salas de aula e de um fórum criado pelo MEC na página eletrônica que armazena documentos sobre o anteprojeto. No Orkut, comunidade virtual da internet, por exemplo, há seis grupos que analisam a reforma universitária, com participação de milhares de internautas.

Repórter: Ivone Belém e Flavia Nery

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página