Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Dia Mundial da Alfabetização é comemorado nesta sexta-feira, 8
Início do conteúdo da página
Cooperação internacional

Brasil deve apoiar programa de alimentação escolar no Burundi

  • Quarta-feira, 26 de agosto de 2009, 11h37
  • Última atualização em Quarta-feira, 26 de agosto de 2009, 11h37
A República do Burundi deve receber apoio brasileiro para criar um programa de alimentação escolar. O ministro das Relações Exteriores da nação centro-africana, Augustin Nsanze, quer melhorar a alimentação em suas escolas com a cooperação do Brasil. “Queremos aproveitar a experiência brasileira”, afirmou o chanceler, nesta terça-feira, 25, aos conhecer os principais aspectos do programa brasileiro.

“É importante que o governo do Burundi oficialize essa solicitação para que possamos desenvolver projetos em conjunto, de acordo com as necessidades e interesses do país”, disse o presidente do FNDE, Daniel Balaban. Segundo o presidente da autarquia, o primeiro passo é conhecer a realidade da nação africana, como o número de alunos, estrutura das escolas, agricultura e economia, para então, traçar um programa adequado à realidade local.

A cooperação técnica envolve a criação de uma legislação para o programa, a formação de agentes envolvidos na sua execução e a capacitação de agricultores locais.

Cooperação – O Programa Nacional de Alimentação Escolar do Ministério da educação atende a treze nações: Cabo Verde, Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné Bissao, Timor Leste, Suriname, Palestina, Bolívia, Colômbia, Haiti, Nicarágua, Guatemala e El Salvador. O programa brasileiro tem sido apontado por organismos internacionais, como a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação e o Programa Mundial de Alimentos, como exemplo a ser seguido por outros países.
 
Assessoria de Comunicação Social do FNDE
Assunto(s): FNDE , alimentação escolar
X
Fim do conteúdo da página