Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Divulgado edital para Fies e P-Fies do primeiro semestre
Início do conteúdo da página
Formação/valorização de profissionais da educação

Programa vai capacitar dirigentes municipais

  • Terça-feira, 13 de setembro de 2005, 11h17
  • Última atualização em Segunda-feira, 14 de maio de 2007, 12h47

Foto: Tereza SobreiraDirigentes municipais de educação de todo o país vão receber formação continuada para gerir os sistemas de ensino e coordenar as políticas educacionais dos municípios. É o que prevê o Programa de Apoio aos Dirigentes Municipais de Educação (Pradime), lançado nesta terça-feira, dia 13, em Brasília. “O Pradime faz parte do conjunto de ações do MEC destinadas a qualificar secretários municipais, conselhos e dirigentes para fazer uma boa gestão escolar”, disse o ministro da Educação, Fernando Haddad. Segundo ele, esse trabalho tem conseqüências na qualidade do ensino e da vida da comunidade.

O Pradime foi elaborado a partir de uma pesquisa do MEC com apoio da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). De acordo com o estudo, mais de 70% dos dirigentes que assumiram as secretarias municipais de educação em janeiro de 2005 nunca exerceram a função. “Os novos dirigentes têm dificuldades em gestão financeira, administrativa e pedagógica e precisam estar atualizados sobre programas oferecidos pelo governo”, afirmou Francisco das Chagas, secretário de educação básica do MEC.

O programa vai oferecer capacitação a distância e com encontros presenciais. A meta é atingir todos os estados até junho de 2006. O investimento previsto é de R$ 14,7 milhões até 2007. Com o lançamento nacional, o MEC deu início ao projeto-piloto do Pradime, com gestores de Goiás, estado que tem 246 municípios. Cerca de cem secretários de educação fizeram a inscrição.

Articulação — Para a presidente da Undime, Maria do Pilar Lacerda, o Pradime vai ajudar os dirigentes na articulação de políticas educacionais entre municípios e creches, escolas, secretarias estaduais e MEC. “É importante que conheçam a legislação, as novidades pedagógicas e sejam formados para assumir a liderança de um dirigente da educação”, disse.

Segundo o secretário municipal de educação de Jataí, Goiás, Silva Filho, a maior dificuldade é a aplicação de programas. “O Pradime vai permitir a formação adequada porque somos gestores de direito e não de fato”, disse o dirigente, que assumiu este ano. Os gestores poderão aprofundar conhecimentos nos cursos a distância do e-ProInfo (Ambiente Colaborativo de Aprendizagem) da Secretaria de Educação a Distância (Seed/MEC).

Repórter: Flavia Nery

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página