Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Atualizada legislação que regulamenta Educação a Distância no país
Início do conteúdo da página
Língua portuguesa

Olimpíada reúne 59 mil escolas e mais de 140 mil professores

  • Terça-feira, 08 de junho de 2010, 14h35
  • Última atualização em Terça-feira, 08 de junho de 2010, 18h34
Professores e alunos se unem em competição que envolve escolas de todo o país. (Foto: Arquivo/MEC)A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro tem, este ano, a participação de 141.332 professores e 59.803 escolas públicas da educação básica. Educadores e escolas representam as 27 unidades da Federação e 5.222, dos 5.565 municípios do país. As inscrições encerraram-se à meia-noite de segunda-feira, 7.

Os dados do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), entidade que coordena as atividades da segunda edição da olimpíada, mostram que os números de 2010 superam os de 2009. No ano passado, o concurso teve a adesão de 4.529 municípios, 53.590 escolas e 130.407 professores.

Dividida em cinco etapas, a competição começa nas salas de aula de escolas em todo o país. Na primeira etapa, os professores trabalham com os estudantes a elaboração de textos, conforme o gênero literário definido para cada ano do ensino fundamental e médio. O prazo para a produção de textos e a seleção nas escolas será encerrado em 16 de agosto, segundo o calendário da olimpíada. O tema de todos os quatro gêneros literários é O Lugar onde Vivo.

Alunos do quinto e do sexto anos do ensino fundamental farão trabalhos sobre poesia; do sétimo e do oitavo, memória; do nono ano do ensino fundamental e da primeira série do ensino médio, crônica; da segunda e da terceira séries do ensino médio, artigo de opinião.

Na página eletrônica do concurso, escolas e professores encontram o calendário com as cinco etapas, premiação e telefones de contato. A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é promovida pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social e coordenada pelo Cenpec.

Ionice Lorenzoni
X
Fim do conteúdo da página