Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC lança Projeto Presença
Início do conteúdo da página
Capes

Pós-graduação: programas descredenciados

  • Quinta-feira, 20 de dezembro de 2007, 11h37
  • Última atualização em Sexta-feira, 21 de dezembro de 2007, 17h35

A divulgação, nesta quinta-feira, 20, do resultado da avaliação trienal mostra que dos 2.257 programas de pós-graduação analisados no país, 39 foram descredenciados. Eles obtiveram conceito um ou dois numa escala que vai de zero a sete, nota que os classifica como não-recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC).

Os programas de pós-graduação englobam três níveis de curso: profissional, mestrado e doutorado. Além dos 39, a Capes descredenciou o curso de doutorado em filosofia da Universidade Gama Filho. O programa desta instituição foi desmembrado para viabilizar o funcionamento do curso de mestrado em filosofia. 

Aqueles descredenciados pela Capes não podem mais receber matrículas. A avaliação é final e já levou em consideração os recursos possíveis. “Os alunos que estão cursando mestrado ou doutorado nesses programas terão seus diplomas validados, mas se a instituição admitir novos estudantes, eles não terão seus diplomas reconhecidos”, explicou o diretor de avaliação da Capes, Renato Janine. Dos 595 recursos enviados para revisão de conceito, 154 foram aceitos e tiveram as notas revistas.

A avaliação é comparativa e leva em consideração quesitos como a publicação de artigos científicos escritos por alunos e professores, o requerimento de novas patentes e o impacto dos cursos sobre o setor produtivo. “O mérito da avaliação é fazer com que as instituições se esforcem para atender os requisitos da Capes. Assim, a qualidade dos cursos melhora”, ressaltou Janine.

Em 2007, a proporção de cursos descredenciados caiu em relação à última avaliação, feita em 2004. Os 39 programas não recomendados representam 1,7% do total. Em 2004, essa proporção foi de 2%, já que 36 programas, de um total de 1.819, obtiveram notas um e dois. Caso as instituições de ensino superior que tiveram seus programas descredenciados queiram abrir outros cursos, devem enviar proposta à Capes até março de 2008.

A avaliação foi feita por 45 comissões de área e pelo Conselho Técnico Científico (CTC). Ao todo, 700 especialistas das 45 áreas de conhecimento participaram da análise.

A lista completa com o conceito dos programas e com a relação dos descredenciados está na página eletrônica da Capes.

Ana Guimarães

*republicado com alterações

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página