Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Estados têm até três horas de diferença com relação a Brasília
Início do conteúdo da página
Reuni

Mais vagas para graduação na UFMT

  • Quarta-feira, 12 de março de 2008, 15h49
  • Última atualização em Quinta-feira, 13 de março de 2008, 12h10

O Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) prevê o aumento de vagas nos cursos de graduação nos próximos cinco anos. Na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), as matrículas vão praticamente dobrar neste período.

As vagas devem aumentar de 3,5 mil para 7,2 mil e as matrículas estão previstas para subir de 17 mil para quase 34 mil, nos cinco anos em que o Reuni atuará. A UFMT também prevê o aumento de 75 para 112 nos cursos de graduação, até 2012.

A Universidade Federal de Mato Grosso atua nas áreas de graduação, pós-graduação, pesquisa e extensão, e tem campi em Cuiabá, Rondonópolis, Médio Araguaia e Sinop. São ofertados, nos quatro campi, 55 cursos regulares de graduação.

A unidade do Médio Araguaia oferta oito cursos de graduação: letras com habilitação em português (40 vagas), matemática (40 vagas), biologia (40 vagas), física (40 vagas), licenciatura em informática (40 vagas), farmácia/bioquímica (40 vagas), engenharia de alimentos (40 vagas) e enfermagem (40 vagas). O total de investimentos até o fim deste ano é de R$ 315 mil.

O campus de Sinop oferece os cursos de agronomia (100 vagas), zootecnia (100 vagas), medicina veterinária (100 vagas), engenharia florestal (100 vagas), enfermagem (100 vagas), licenciatura em química (30 vagas), licenciatura em matemática (35 vagas) e licenciatura em física (35 vagas). O investimento do MEC, até 2008, é de R$ 2,3 milhões.

A unidade de Rondonópolis tem 14 cursos de graduação: ciências contábeis, história, letras, pedagogia, psicologia, biblioteconomia, geografia, zootecnia, biologia, enfermagem, licenciatura, matemática, engenharia agrícola ambiental e engenharia mecânica. O investimento no campus, até 2008, é de R$ 832 mil.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página