Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Educação básica

Em debate, a gestão democrática na educação

  • Quinta-feira, 20 de abril de 2006, 14h51

A Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC) realiza, entre os dias 24 e 28 de abril, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, em Brasília, o seminário internacional Gestão Democrática da Educação e Pedagogias Participativas no Ensino Público. São esperados 350 participantes entre gestores, dirigentes, educadores, sindicatos, movimentos estudantis e sociais da Finlândia, Portugal, Japão, Venezuela, Cuba, Honduras, Colômbia, México, Chile, Espanha e Brasil.

"A gestão democrática contribui para fortalecer e melhorar a qualidade do ensino", afirma Arlindo Cavalcante de Queiroz, coordenador-geral de Articulação e Fortalecimento dos Sistemas de Ensino da SEB. "A saída para a educação brasileira é a instituição da gestão democrática com a participação dos alunos, dos professores, dos pais, todos organizados atuando na escola, formulando política, monitorando, avaliando."

A conferência de abertura, cujo tema é Educação, Democracia Participativa e Desenvolvimento Econômico com Igualdade Social, será feita pelo cientista político Emir Sader, professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e da Universidade de São Paulo (USP), no dia 25, às 9h.

Nos cinco dias de atividades, os participantes vão trocar experiências sobre gestão democrática, políticas participativas de gestão de sistemas de ensino e de educação escolar praticadas em redes públicas de ensino da Europa, Ásia, América Latina e Caribe.

A partir dessas atividades, serão levantadas proposições e sugestões que, num primeiro momento, darão subsídio para o acordo bilateral Brasil-Espanha para gestão escolar democrática. O material será posteriormente publicado pela SEB e encaminhado para os sistemas públicos de educação básica, conselhos municipais de educação, sindicatos e organizações não-governamentais (ONGs) relacionados à educação.

Destaca-se, na programação do seminário, no dia 25, o painel Política Nacional de Gestão da Educação, com a presença do secretário de Educação Básica do MEC, Francisco das Chagas Fernandes, o representante do Ministério da Educação da Espanha, Enrique Roca Cobo, e o deputado federal Carlos Abicalil.

No dia 27, às 8h, haverá o painel Movimentos Sociais na Construção da Gestão Democrática da Educação, com Cândido Grzybowski, diretor do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase); Thiago Franco B. Oliveira, presidente da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes); Maria Cristina Vargas, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST); Juçara Maria Dutra Vieira, da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE); e Hugo Yask, da Condeferação dos Trabalhadores da Educação da República Argentina (Ctera-Argentina). Às 13h30, será realizado o painel Pedagogias Participativas e Qualidade Social da Educação, com Moacir Gadotti, do Instituto Paulo Freire e professor da Universidade de São Paulo (USP); Jeanete Beauchamp, da SEB; Beatriz Gonzáles Soto, Viva La Ciudadania (Colômbia); Elie Jouen, da Internacional da Educação; e Pedro Maria Uruñuela Nájera, do Ministério de Educação e Ciência da Espanha.

O MEC apresentará, durante o evento, uma série de programas de fortalecimento da gestão escolar desenvolvidos nas redes públicas da educação básica com as secretarias estaduais e municipais de educação em todo o Brasil. São eles: Programa de Apoio aos Dirigentes Municipais de Educação (Pradime), Programa Nacional de Capacitação de Conselheiros Municipais de Educação (Pró-Conselho), Escola de Gestores e Programa de Fortalecimento dos Conselhos Escolares. (Assessoria de Imprensa da SEB)

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página