Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Ministério da Educação
Início do conteúdo da página
  • Candidatos a auxílio devem ser inscritos até 17 de dezembro

    As universidades federais participantes do Programa Estudante-Convênio de Graduação (PEC-G) têm prazo até 17 de dezembro para enviar ao Ministério da Educação as inscrições dos alunos candidatos ao benefício do Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes). O projeto oferece a estudantes latino-americanos e de países da África auxílio financeiro correspondente a um salário mínimo mensal — R$ 510, em valores atualizados.

    O estudante precisa atender a uma série de critérios. Entre eles, estar matriculado em curso de graduação em instituição pública brasileira e comprovar rendimento e frequência escolares de acordo com as exigências da universidade na qual estuda. O auxílio tem duração de 12 meses — janeiro a dezembro de 2011. A renovação para o ano seguinte não é automática. Caso queira uma nova bolsa, o estudante terá de passar por nova avaliação.

    O Promisaes surgiu para estimular a cooperação técnico-científica e cultural entre os países com os quais o Brasil mantém acordos nas áreas de educação e cultura. Desde a criação, em novembro de 2003, o programa atendeu 2.953 estudantes.

    As instituições devem fazer a inscrição de seus alunos na página eletrônica do Ministério da Educação. As condições e prazos estão estabelecidos no edital de convocação nº 5, do dia 16 último.

    Assessoria de Comunicação Social



  • Estudantes de 16 países têm apoio à graduação no Brasil

    Estudantes de 16 países que cursam graduação em instituições federais de ensino superior brasileiras receberão ajuda financeira mensal de um salário mínimo (R$ 510), concedida pelo Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes). A seleção de 2010 contempla 150 estrangeiros participantes do Programa Estudantes–Convênio de Graduação (PEC-G) matriculados em 36 instituições federais de ensino superior.

    O auxílio financeiro do Promisaes tem duração de 12 meses, mas o estudante pode pedir a renovação a cada ano, até o fim do curso. De acordo com dados da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação, com a renovação anual do auxílio, o Promisaes atende, este ano, 626 alunos.

    Dos 150 universitários agora selecionados, 130 são de países africanos, 12 da América Latina e oito do Caribe. Embora distribuídos em 35 universidades federais nas cinco regiões brasileiras e no Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) do Rio de Janeiro, eles são encontrados, em maior número, em seis instituições — 14 estudam na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), 11 na do Ceará (UFCE), dez na de Brasília (UnB), dez na do Piauí (UFPI), nove na de Mato Grosso do Sul (UFMS) e nove na da Paraíba (UFPB).

    Cooperação — O Promisaes foi criado em 11 de novembro de 2003 para fomentar a cooperação técnico-científica e cultural entre os países com os quais o Brasil mantêm acordos nas áreas de educação e cultura. Ao mesmo tempo em que oferece recursos financeiros para incentivar universitários carentes a prosseguir nos estudos, o programa homenageia o geógrafo, pensador, escritor e professor Milton Santos.

    Ionice Lorenzoni


    Confira a relação dos alunos selecionados em 2010
  • Inscrições

    Inscrições Abertas - Edital nº 05, de novembro de 2010.

    Resultado Final do Edital nº 05, de 16 de novembro de 2010

    Inscrições Abertas - Edital nº 05, de 16 de novembro de 2010

    Resultado Final do PROMISAES, Edital nº 2, junho de 2010

    Edital nº 02, de junho de 2010

    Formulários para preenchimento

    Retificação do Edital nº 08, de dezembro de 2009

    Resultado Final do PROMISAES, Edital nº 8 de dezembro de 2009
  • Projeto concede auxílio para 180 estudantes estrangeiros

    São de 11 países da América Latina e de nove do continente africano os 180 novos estudantes estrangeiros selecionados para o Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes). Os integrantes do projeto, matriculados em cursos de graduação em instituições federais de ensino superior, recebem do governo brasileiro um auxílio mensal no valor do salário mínimo (R$ 465,00) durante 12 meses.


    A maioria dos selecionados vem de países da África: 66 são da Guiné-Bissau, 56 de Cabo Verde e 11 de São Tomé e Príncipe. Da América Latina aparecem o Paraguai com nove estudantes, o Haiti (cinco) e a Bolívia (três).


    Entre as 33 instituições que tiveram alunos selecionados no Edital nº2/2009, do Promisaes, estão em destaque a Universidade de Brasília (UnB), com 20 alunos; as universidades federais do Ceará (UFCE), da Paraíba (UFPB) e do Rio de Janeiro (UFRJ), com 11 cada; as universidades federais de Mato Grosso (UFMT) e do Piauí (UFPI), com dez cada.


    O Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior oferece assistência financeira a estudantes estrangeiros, matriculados em instituições federais, originários de países da África e da América Latina. Para concorrer ao auxílio, os alunos precisam estar no Programa de Estudante-Convênio de Graduação e cumprir diversos critérios, entre os quais o de ter rendimento e frequência escolar conforme as exigências das instituições de ensino superior onde estudam.


    No primeiro semestre, o Ministério da Educação selecionou 469 estudantes para receber o benefício do Promisaes, de janeiro a dezembro deste ano. Os 180 que ingressam agora no programa também têm direito ao recurso durante 12 meses. A Secretaria de Educação Superior (Sesu) publicou a relação dos estudantes, de que países eles vêm e em que instituições estudam.

    Ionice Lorenzoni

  • Projeto Milton Santos concede 518 bolsas a estrangeiros

    Estudantes de 24 países da África, América Latina e Caribe, que cursam a graduação em instituições federais de ensino superior brasileiras, receberão ajuda financeira mensal de um salário mínimo (R$ 545,00), concedida pelo Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes).

    A seleção contempla 518 alunos estrangeiros participantes do Programa Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G) matriculados em instituições federais de ensino superior das cinco regiões do país. O auxílio financeiro do Promisaes tem duração de 12 meses, mas o aluno pode solicitar a renovação a cada ano, até o final do curso.

    Entre os africanos selecionados, o maior número de bolsistas se concentra em três nações: Guiné-Bissau aparece com 216, seguida de Cabo Verde (141) e do Congo (39); dos oitos países da América Latina se destacam na seleção o Paraguai com 12 bolsistas e o Peru com sete; do Caribe, o Haiti tem cinco bolsistas.

    Cooperação- Criado em 11 de novembro de 2003, o Promisaes tem o objetivo de fomentar a cooperação técnico-científica e cultural entre os países com os quais o Brasil mantêm acordos, especialmente africanos, nas áreas de educação e cultura. Ao mesmo tempo em que incentiva com recursos financeiros universitários a prosseguir os estudos, o programa do Ministério da Educação homenageia o geógrafo, pensador, escritor e professor Milton Santos.

    O geógrafo Milton Santos (1926-2001), natural de Brotas de Macaúbas, no interior da Bahia, se destacou na área acadêmica. Doutor em Geografia pela Universidade de Estrasburgo, na França, Milton Santos deixou uma extensa obra. São 40 livros e mais de 400 artigos científicos publicados em diversos idiomas. No começo de sua carreira trabalhou na imprensa, depois dedicou-se à pesquisa e ao ensino. Preso e exilado em 1964 percorreu diversos países até 1977 ensinando em universidades da França, Estados Unidos, Canadá, Peru, Venezuela, Tanzânia.

    Ionice Lorenzoni

    Confira no resultado final do Edital nº 5, de 16 de novembro de 2010, a relação dos alunos selecionados, os cursos e as instituições onde estudam.

  • Projeto Milton Santos recebe inscrições até 11 de julho

    As instituições federais de ensino superior que participam do Programa Estudante-Convênio de Graduação (PEC-G), têm prazo até 11 de julho para encaminhar ao Ministério da Educação as inscrições dos universitários candidatos ao Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes).

    No Promisaes, estudantes latino-americanos e africanos, matriculados em universidades federais brasileiras, podem solicitar um auxílio financeiro mensal no valor de um salário mínimo, que hoje é de R$ 510,00. O auxílio objeto desse edital será pago aos selecionados no período de julho de 2010 a junho de 2011.

    As instituições devem fazer a inscrição dos alunos, pela internet, no Sistema de Informação e Gestão de Projetos (Sigproj) no Portal do Ministério da Educação, conforme o Edital de Convocação nº 2, de 10 de junho deste ano.

    Para receber o recurso mensal, o estudante deve atender a uma série de requisitos, entre eles, ter frequência nas aulas e rendimento acadêmico de acordo com as normas da instituição onde estuda e não exercer atividade remunerada.

    Criado em 11 de novembro de 2003, o Promisaes tem o objetivo de fomentar a cooperação técnico-científica e cultural com os países que mantêm acordos nas áreas de educação e cultura com o Brasil.

    Ao mesmo tempo que incentiva com recursos financeiros universitários carentes a prosseguir nos estudos, o programa criado pelo Ministério da Educação homenageia o geógrafo, pensador, escritor e professor Milton Santos. Nascido em Brotas de Macaúbas, interior da Bahia, em 1936, Milton Santos formou-se em direito e foi professor honoris causa em diversos países. Em 1994 recebeu o Prêmio Vautrin Lud (espécie de Nobel de Geografia). Morreu em São Paulo, em 2001.

    Ionice Lorenzoni

  • Promisaes

    O Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes) tem o objetivo de fomentar a cooperação técnico-científica e cultural entre o Brasil e os países com os quais mantém acordos – em especial os africanos – nas áreas de educação e cultura.

    O projeto oferece apoio financeiro no valor de seiscentos e vinte e dois reais para alunos estrangeiros participantes do Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), regularmente matriculados em cursos de graduação em instituições federais de educação superior. O auxílio visa cooperar para a manutenção dos estudantes durante o curso, já que muitos vêm de países pobres.

    Para concorrer ao Promisaes, o estudante, além de estar matriculado em instituição federal de educação superior, deve ter bom desempenho acadêmico, de acordo com as exigências da universidade em que estuda. A universidade, para aderir ao programa, precisa estar vinculada ao PEC-G e receber, regularmente, estudantes estrangeiros por meio desse programa.

    Resultado Final do Edital nº 05, de 16 de novembro de 2010
    Resultado Final do PROMISAES, Edital nº 2, junho de 2010
    Resultado Final do PROMISAES, Edital nº 8 de dezembro de 2009
    Lista de instituições participantes do Promisaes


    Legislação relacionada ao projeto
    Decreto nº 4.875, de 11 de novembro de 2003
    Portaria nº 745, de 05 de junho de 2012
    Edital de convocação nº 011, de 14 de dezembro de 2005


    Contato

    Coordenação do Programa de Estudantes-Convênio de Graduação
    E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
    Diretoria de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior
    Coordenação-Geral de Relações Estudantis
    Telefones: (61) 2022-8177


  • Promisaes: 469 alunos são selecionados

    Subiu de 389 para 469 o número de alunos estrangeiros selecionados para o Programa de Estudantes-Convênio de Graduação que vão participar, em 2009, do Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes). Dos 137 recursos enviados pelas universidades federais, a Secretaria de Educação Superior acolheu 80. O resultado parcial, divulgado em dezembro de 2008, atendia 389 alunos.

    Os 469 estrangeiros que entram no Promisaes agora receberão auxílio mensal no valor de um salário mínimo, no período de janeiro a dezembro deste ano. O benefício de janeiro é de R$ 415 e o valor a ser recebido em março (referente a fevereiro) será de R$ 465 porque incorpora o reajuste do salário mínimo.

    Entre os 80 cidadãos que tiveram seus processos aprovados na avaliação dos recursos, 32 são da Guiné-Bissau, 32 de Cabo Verde e sete de São Tomé e Príncipe. Os demais estão assim distribuídos: Angola (2), Paraguai (2), Haiti, Jamaica, Congo, Nigéria e Gana, um cada.

    De acordo com o coordenador do Promisaes, Hilton Sales Batista, os universitários não selecionados no Edital nº 14, lançado em setembro de 2008, poderão concorrer novamente em 2009. O edital deste ano está previsto para abril. A inscrição para o auxílio é feita pelo aluno na instituição onde estuda.

    O Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior oferece assistência financeira a estudantes estrangeiros, matriculados em universidades federais, originários de países da África e das Américas. Para concorrer ao auxílio do governo brasileiro, os alunos do Programa de Estudante-Convênio de Graduação precisam atender a diversos critérios, entre os quais, ter rendimento e freqüência escolar conforme as exigências das instituições de ensino superior federais onde estudam.

    A relação dos 469 selecionados para receber o auxílio, com os países a que pertencem e as universidades onde estudam, pode ser consultada na página eletrônica da Secretaria de Educação Superior.

     

    Ionice Lorenzoni

  • Universidades têm prazo para apresentar recursos a auxílio

    As universidades federais que inscreveram estudantes estrangeiros para receber auxílio do Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes) têm cinco dias, a contar desta segunda-feira, 3, para apresentar recursos à relação de pré-selecionados divulgada pela Secretaria de Educação Superior.

    Para ter direito ao benefício mensal no valor de um salário mínimo, R$ 465,00, o aluno estrangeiro e a instituição onde ele está matriculado precisam pertencer ao Programa Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G). A relação parcial traz os nomes de 114 alunos, seus países de origem e a instituição brasileira onde estão matriculados. Os selecionados a partir do Edital nº 2/2009 receberão o auxílio de agosto de 2009 a julho de 2010.

    O Promisaes oferece assistência financeira de um salário mínimo, durante 12 meses, a alunos matriculados em universidades federais, provenientes de países da África e da América Latina. Para isso, o estudante deve preencher uma série de critérios, entre eles, apresentar rendimento escolar de acordo com as exigências da instituição onde estuda.

    Ionice Lorenzoni
  • Universidades têm prazo para inscrever estudante estrangeiro

    As universidades federais participantes do Programa Estudante-Convênio de Graduação (PEC-G) têm prazo até 24 de janeiro de 2010 para enviar ao Ministério da Educação as inscrições dos alunos candidatos ao Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes). Pelo projeto, estudantes latino-americanos e de países da África podem concorrer a auxílio financeiro no valor de um salário mínimo mensal — R$ 465, em valores de hoje.

    Para concorrer ao benefício, os estudantes estrangeiros precisam atender a uma série de critérios. Entre eles, estar matriculados em curso de graduação em instituição federal e ter rendimento e frequência escolar de acordo com as exigências da universidade na qual estuda. O auxílio financeiro tem duração de 12 meses (de janeiro a dezembro). O candidato pode concorrer a cada ano durante toda a graduação.

    Criado em 11 de novembro de 2003, o Promisaes tem o objetivo de fomentar a cooperação técnico-científica e cultural entre os países com os quais o Brasil mantenha acordos nas áreas de educação e cultura. Em 2008, o projeto atendeu 625 estudantes. Este ano, foram selecionados 649. O Edital nº 8/2009 detalha as exigências e prazos.

    As instituições devem fazer a inscrição dos alunos no portal do Ministério da Educação, pelo Sistema de Informação e Gestão de Projetos (Sigproj).

    Ionice Lorenzoni


Fim do conteúdo da página