Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Secretaria de Educação Superior
Início do conteúdo da página

Novos representantes de área da Capes são empossados

Uma solenidade realizada no auditório do edifício-sede do Ministério da Educação, hoje, 25, marcou a posse dos novos representantes de área da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para o triênio 2005-2007. Os 44 representantes - um por área de avaliação - vão auxiliar a Capes no planejamento e execução de suas atividades, além de coordenarem a participação dos consultores acadêmicos junto à entidade. Os representantes de área que encerraram seu mandato foram homenageados com placas de prata.

A cerimônia foi presidida pelo presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, e contou com a participação dos integrantes da diretoria daquela coordenação: diretor de Avaliação, Renato Janine Ribeiro; diretor de Programas, José Fernandes Lima; diretora de Administração, Denise de Menezes Neddermeyer; e coordenador-geral de Cooperação Internacional, Benício Viero Schmidt. O secretário de Educação Superior do MEC, Nelson Maculan, também esteve presente.

Balanço - Jorge Guimarães fez um balanço das atividades desenvolvidas pela Capes em 2004. Entre elas, destacou a equiparação dos valores das bolsas da coordenação às bolsas mantidas pelo CNPq e o atendimento de uma antiga reivindicação dos bolsistas no exterior, frente à defasagem do dólar, que é o pagamento em euro.

Ele informou, ainda, a conclusão do novo Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG 2005-2010), elaborado, em 2004, por uma comissão presidida por Francisco César de Sá Barreto. Jorge Guimarães esclareceu que, apesar do documento estar em vias de aprovação final pelo ministro da Educação, Tarso Genro, ainda é possível apresentar sugestões.

O presidente adiantou que o plano não se refere só à Capes, mas envolve o CNPq e a Finep, além dos fundos setoriais, no que diz respeito a financiamentos. Quanto à formação de recursos humanos, inclui também os parceiros estaduais, como fundações e secretarias de ciência e tecnologia. Entre as perspectivas vislumbradas pelo PNPG, Guimarães ressalta a duplicação do número de doutores, que passariam dos oito mil formados em 2003 para 16 mil, em 2010.

Novos desafios - Na opinião do representante da área de ciências biológicas III, Edgar Marcelino de Carvalho Filho, o trabalho que terá pela frente será duro e vai envolver uma disponibilidade muito grande de tempo. "É de extrema importância que a gente tente, cada vez mais, melhorar os cursos de pós-graduação no país e, de modo geral, a formação dos professores", diz. O representante da área de letras e lingüística, Luiz Antonio Marcuschi, espera poder colaborar com a comunidade no desenvolvimento de um trabalho eficiente na Capes e em relação aos cursos, destinado a melhorar e a desenvolver programas com maior qualidade.

Confira a relação dos novos representantes de área da Capes.

Fátima Schenini

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página