Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Secretaria de Educação Superior > Estudantes > Pós-graduação > Últimos dias de inscrições para intercâmbio na França
Início do conteúdo da página

Programa de apoio à extensão universitária lançará publicação

O Diretor do Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior, da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (Depem/SESu/MEC), Oscar Acserald, informa sobre o lançamento da revista do Proext, versando sobre as ações do Programa de Apoio à Extensão Universitária, Voltado às Políticas Públicas - Proext 2004/SESu/MEC.

O Edital SESu/Depem nº 04, de 25 de agosto de 2004, foi divulgado com os objetivos do Proext 2004 de apoiar as instituições federais de ensino superior (Ifes), e instituições estaduais de ensino superior consorciadas, no desenvolvimento de programas e/ou projetos de extensão que contribuam para a implementação e para o impacto de políticas, potencializando e ampliando patamares de qualidade das ações propostas.

Os temas priorizados no Proext 2004 foram: 1) Educação de jovens e adultos, incluindo apoio ao desenvolvimento de sistemas locais e regionais de educação, alfabetização e letramento; 2) Formação permanente de pessoal para o sistema educacional, com articulação com a educação básica, por meio de elaboração de cursos de educação continuada, produção de material pedagógico para professores em exercício nas redes publicas ou outras ações; 3) Políticas de desenvolvimento social: atenção integral à família, combate à fome, erradicação do trabalho infantil, combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes, juventude e desenvolvimento social, atenção à pessoa idosa, à pessoa portadora de deficiência, às populações indígenas e quilombolas.

"Para a implementação dos programas e projetos contemplados no edital de 2004 foram investidos R$ 6 milhões", informou Oscar Acserald. Cinqüenta e duas Ifes apresentaram 182 propostas, que foram analisadas por critérios que avaliaram a consistência das propostas, a relevância acadêmica e social, a existência de infra-estrutura necessária para sua exeqüibilidade e a competência para a execução. Foram aprovadas 136 propostas, sendo 55 programas e 81 projetos.

Instituições estaduais de ensino superior, consorciadas com Ifes, apresentaram 16 propostas e tiveram 35 projetos selecionados. As áreas que tiveram mais programas e projetos implementados pelo Proext 2004 foram às relacionadas com as políticas de desenvolvimento social, contemplando a atenção ao idoso, educação ambiental, cidadania, saúde, povos indígenas, negritude, inclusão de jovens e adolescentes, inclusão digital e social, drogas e pessoas portadoras de deficiências físicas.

Segundo Ruy Burgos Filho, coordenador-geral de Projetos Especiais de Graduação do Depem/SESu, "houve boa receptividade das Ifes e das universidades estaduais para com os objetivos do Proext 2004. Isso significa o resgate das atividades de extensão por parte das nossas universidades e a transmissão dos conhecimentos gerados nos círculos acadêmicos para as comunidades", afirmou.

"Para 2005, estamos preparando o lançamento da revista do Proext e o edital do Proext 2005. A revista trará relatos de experiências e a avaliação das ações desenvolvidas em 2004. Desses relatos serão utilizadas as aprendizagens resultantes das ações implementadas. Elas contribuirão para o planejamento das iniciativas que serão realizadas em 2005", concluiu Oscar Acserald, diretor do Depem/SESu.

Repórter: José Leitão

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página