Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Secretaria de Educação Superior > Estudantes > Pós-graduação > Últimos dias de inscrições para intercâmbio na França
Início do conteúdo da página

Portais do MEC são fontes de pesquisa acadêmica

Pesquisas acadêmicas, consultas de obras literárias e downloads de livros podem ser feitos, gratuitamente, em duas páginas eletrônicas do Ministério da Educação. O Portal de Periódicos e o Portal de Domínio Público oferecem a estudantes e professores informações antes restritas às bibliotecas.

O Portal de Periódicos, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), é um dos maiores do mundo e o único oferecido pelo governo para pesquisas em pós-graduação. Está disponível para mais de um milhão de estudantes em 152 universidades e institutos de pesquisa com programas de pós-graduação recomendados pelo MEC. “Os periódicos são colocados no site em tempo real”, explicou José Fernandes Lima, diretor de programas da Capes.

Criado em 2000, o portal da Capes registra 80 mil acessos diários. Conta com mais de nove mil títulos de fontes nacionais e internacionais de nível acadêmico. Além disso, dá acesso ao banco de patentes registradas no país. Em 2004, a página totalizou 13,3 milhões de artigos baixados. Segundo Fernandes Lima, o portal permitirá ao MEC fazer uma estimativa precisa da produção científica brasileira.

Para o professor de lingüística Luiz Antonio Marcuschi, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o serviço é uma das ferramentas mais importantes para pesquisas no Brasil. “Com o acesso livre aos periódicos, é possível ter contato imediato com boa parte das revistas internacionais sem a necessidade de pagar assinaturas”, argumentou.

O diretor de programas da Capes revelou que o MEC pretende estender o sistema a outros ministérios e empresas estatais. “Estamos negociando, a fim de facilitar trabalhos como o registro de medicamentos”, disse.

Domínio público — O Portal de Domínio Público, inaugurado em novembro de 2004, registra cerca de três milhões de acessos por mês. A página conta com mais de cinco mil obras literárias, músicas, fotografias, vídeos e quadros de autores nacionais e internacionais. O usuário tem a opção de fazer cópia dos textos e imprimi-los.

Órgãos públicos e bibliotecas podem fornecer conteúdo, sobretudo de obras de domínio público cujos autores morreram há mais de 70 anos. Escritores contemporâneos também podem autorizar a publicação de suas obras. O cadastramento é feito no portal Domínio Público.

Repórter: Flavia Nery

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página