Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Secretaria de Educação Superior
Início do conteúdo da página

Ministro apresenta iniciativas da pós-graduação

O ministro da Educação, Fernando Haddad, apresentou na quarta-feira, 12, em Brasília, três novos projetos que serão desenvolvidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC). Na abertura da reunião do Conselho Superior da agência, Haddad falou sobre o programa Observatório da Educação, a Escola de Altos Estudos e o Programa de Cátedras nas melhores universidades do exterior.

A proposta do Observatório é fomentar núcleos de pesquisa que farão estudos sobre educação. “A idéia é lançar o edital, por meio de uma parceria entre a Capes e o Inep, para que grupos de pesquisa apresentem seus projetos sobre o assunto”, explicou Haddad. Já a Escola de Altos Estudos promoverá, com programas de pós-graduação brasileiros ministrados por cientistas estrangeiros de destaque, cursos de um a dois meses de duração. O objetivo é ampliar o intercâmbio e oferecer aos estudantes de programas de pós-graduação a troca de informação com outros países.

No encontro, o ministro da Educação também fez um balanço sobre as ações prioritárias do MEC e as conquistas dos últimos três anos, entre elas, a discussão da proposta de reforma do ensino superior, que foi aprovada pelo governo federal e será encaminhada ao Congresso Nacional na próxima semana. “O ponto de honra da proposta é manter os artigos que foram previamente discutidos e elaborados com a comunidade acadêmica”, disse. Sobre a pós-graduação, destacou o crescimento do Portal de Periódicos que, em 2002, era de nove mil acessos diários e atualmente chega a 80 mil. Também chamou a atenção para os programas Acelera Amazônia e Pró-Defesa. Além disso, ressaltou a contribuição da pós-graduação na produção científica permitindo que o Brasil ocupasse, em 2005, o 17º lugar na classificação mundial de produção de novos conhecimentos.

A integração entre o ensino médio e superior foi uma preocupação citada pelo ministro. Os conselheiros da Capes sugeriram a melhoria no ensino das ciências no ensino médio. O ministro disse que há uma série de iniciativas do MEC, como o Livro Didático para o ensino médio e a instalação de redes universitária de formação, mas admitiu a necessidade de outras melhorias. Segundo ele, o ministério conseguirá aumentar de 132, em 2002, para 199 o número de escolas técnicas no país até o final deste ano. Fernando Haddad sugeriu que seja formada uma comissão com representantes da comunidade científica e de organismos do MEC para avançar na discussão do assunto.

Repórter: Adriane Cunha

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página