Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC divulga reajuste do piso salarial de professores da educação básica para 2020
Início do conteúdo da página
Educação superior

Campus da Unilab tem definição este mês

  • Quinta-feira, 04 de dezembro de 2008, 14h58
  • Última atualização em Segunda-feira, 03 de agosto de 2009, 17h13

A comissão de instalação da Universidade Federal da Integração Luso-Afro-Brasileira (Unilab) irá, no próximo dia 17, ao Ceará para definir a área do futuro campus. A universidade será construída na cidade de Redenção (CE). O grupo é responsável pelo planejamento acadêmico e administrativo da instituição.

De acordo com Paulo Speller, presidente da comissão, a visita também servirá para discutir, junto ao reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Jesualdo Pereira, a instalação de um escritório da Unilab em Fortaleza, a fim de facilitar os trabalhos de implantação da universidade. A UFC é a instituição tutora da Unilab.

A comissão de implantação já havia se reunido no Ceará em novembro, para conhecer áreas de possível instalação do campus da Unilab em Redenção. Na cidade, o grupo fez uma reunião com prefeitos, vereadores, professores e jovens da região para apresentar a proposta da nova universidade.

Na mesma época, a comissão definiu o calendário de visitas aos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e a outros países da África e da Ásia. Além de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor, a comissão visitará Gana, na África, e Macau, na China.

Paulo Speller participou, também em novembro, da Conferência Regional sobre Educação Superior na África, em Dakar, Senegal. Lá, apresentou a proposta de criação da Unilab e reuniu-se com representantes de Angola, Moçambique e Guiné-Bissau. Durante a visita, outros países africanos manifestaram interesse em participar da nova universidade, entre eles, África do Sul, Burundi, Lesoto e Madagascar.

Em seguida, Speller foi a Portugal para a cerimônia de criação do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras. A proposta do grupo é melhorar a integração entre as universidades brasileiras e as 40 universidades integrantes do Coimbra Group, criado em 1985. Caberá à Unilab o papel de articulação com as instituições dos países de língua portuguesa na África, Ásia e em Portugal.

Agenda – Em fevereiro de 2009, a comissão inicia uma série de visitas a Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Segundo Speller, haverá reuniões com os dirigentes dos ministérios da Educação, instituições de ensino superior e de ensino médio, instituições governamentais e entidades relacionadas à Unilab, para fazer o desenho coletivo da futura instituição. A idéia inicial é que o Brasil faça parceria com cada país. Outro tema é a abertura de pólos da Universidade Aberta do Brasil (UAB) nos países, no modelo que existe no Brasil, desde 2006.

Até junho de 2009, integrantes da comissão farão reuniões com o Timor Leste, Macau e Portugal, completando os encontros preparatórios para a criação da Unilab com nações da CPLP. Aqui no Brasil, dois seminários serão realizados no primeiro semestre de 2009, em Fortaleza.

As visitas e os seminários pretendem subsidiar o relatório que a comissão entregará ao MEC até o final de junho de 2009, junto com a proposta de organização acadêmico-administrativa e de infra-estrutura da Unilab. Aprovado o projeto de lei, a nova universidade tem previsão para iniciar suas atividades a partir de 2010.

Criação – O Projeto de Lei nº 3.891/2008, que cria a Universidade Federal da Integração Luso-Afro-Brasileira, tramita na Câmara dos Deputados desde julho. O projeto já foi aprovado, por unanimidade, na primeira comissão – Trabalho, Administração e Serviço Público.

Agora, está na Comissão de Educação e Cultura e ainda deve passar pelas comissões de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça. Depois, segue para a Comissão de Educação do Senado e, se aprovada nesta instância, vai para votação do plenário. O relator é o deputado federal Eudes Xavier (PT-CE). 

Letícia Tancredi

Assunto(s): mec , notícias , jornalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página