Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Pesquisas registram a desigualdade racial nos sistemas de ensino
Início do conteúdo da página
Educação superior

Projeto Rondon vai ao Vale do Jequitinhonha

  • Terça-feira, 25 de outubro de 2005, 14h07
  • Última atualização em Terça-feira, 15 de maio de 2007, 10h30

Vinte municípios do Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, serão beneficiados, a partir do dia 25 de novembro, com ações nas áreas de cidadania, bem-estar, desenvolvimento sustentável e gestão pública, a serem levadas por estudantes e professores do Projeto Rondon. O edital para a Operação Minas Gerais 2005, convocando universidades públicas e particulares do estado a participar do Projeto Rondon, será divulgado nos próximos dias, na página eletrônica do Ministério da Defesa.

As universidades mineiras terão de desenvolver projetos nas quatro áreas. Elas serão submetidas a uma seleção por representantes dos ministérios da Defesa e da Educação. A data-limite para encaminhar, via Correios, os projetos ao Ministério da Defesa será 13 de novembro próximo. A divulgação dos vencedores será feita até 17 de novembro. “Pelo menos 20 universidades mineiras serão selecionadas para a operação”, explicou José Saraiva, coordenador do Núcleo de Atividades do Projeto Rondon (Napro), ligado à Secretaria de Educação Superior (SESu/MEC).

Um total de 320 universitários participará da Operação Minas Gerais 2005, de 25 de novembro a 4 de dezembro. Cada equipe terá seis estudantes e dois professores e cada município será atendido por duas equipes de diferentes universidades. O Projeto Rondon chegará aos municípios de Angelândia, Araçuaí, Aricanduva, Ataléia, Corinto, Couto de Magalhães de Minas, Felício dos Santos, Felixlândia, Gouveia, Itambacurí, Ladainha, Poté, Presidente Kubitscheck e São Gonçalo do Rio Preto.

Durante a operação, o estudante deixa as teorias da sala de aula para entrar em contato com pescadores, moradores de palafitas e a ausência de saneamento ambiental, como ocorreu em janeiro, quando o Rondon chegou a 13 municípios do Amazonas. A segunda operação, depois que o projeto foi reativado pelo atual governo, foi realizada este mês, no Acre.

Amazônia – Depois de Minas Gerais, o Projeto Rondon chegará, em fevereiro de 2006, novamente à Amazônia. Universidades públicas e privadas podem se candidatar, até o dia 31 deste mês, à operação, que será feita em 40 municípios do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. O convite para a seleção está na página eletrônica da SESu. Mais informações pelos telefones (61) 3312-9038, 3312-9003 e 3312-8807 (Ministério da Defesa) e (61) 2104-9909 (SESu/MEC).

Repórter: Susan Faria

 

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página